autoria, edição e produção de Augusto Moura Brito

28
Ago 14
Antes de mais, um merecido e incondicional RECONHECIMENTO de um HOMEM simples mas demasiado sábio, inteligente e de uma condição HUMANISTA cada dia mais exponencial! 
Nunca fui um saudosista deste tipo de manifestações …contudo, vai o meu apreço e o meu reconhecimento para TODOS os que a idealizaram e vão levar a efetivação. 
O meu amigo Zé Cruz, é sobrinho de um tio, irmão de um tio e primo meus, por isso a minha inconfundível adesão e agradecimento …mas, esta minha condição, não é suficientemente válida e desejável para eu aderir e estar num degrau de elevação. É, acima de tudo, uma afirmação e uma redobrada convicção de afirmar que o Zé Cruz é o homem certo, no local certo e no momento mais acertado de uma consideração que muitos homens desejavam fervorosamente só para si. 
O meu amigo Zé Cruz, é de uma estrutura moral e psicossocial demasiado vincada e idiossincrática incomensurável, apesar do seu quotidiano vivencial e familiar ser daqueles mais exigentes, costumeiros e intemporal. Também esta componente, deve objetivar um indicador de uma lição que DEUS nos ensinou e ministrou enquanto catequistas e discípulos, e de fiéis continuadores e seguidores.
O meu amigo Zé Cruz, foi sempre um daqueles que eu escolheria para FAMILIAR mais íntimo – apesar de sempre o considerar – porque como companheiro de caminhadas que ele foi, durante muitos anos pois, desde os meus nove aninhos, tive como um fiel e feliz caminheiro em direção à serra por itinerários múltiplos…
O meu amigo Zé Cruz, é aquele HOMEM que o município deveria homenagear e considerar com EXEMPLO de munícipe, pois sempre se apresentou como um ser de uma intransigente honestidade, solidariedade e democraticidade ímpares. O seu caráter de autarcia doravante evidenciado, marcam o seu intelecto, a sua obra metodológica e o seu pendor altruísta, em prol de uma comunidade de vizinhos que o elegem no seu quotidiano, como uma matriz e lema a seguir e ter como horizonte.

Augusto Moura Brito
28-08-2014
publicado por sacavem-actual às 17:56

25
Ago 14

Na construção de uma FELICIDADE!

 

O casamento…

 

O compromisso assumido hoje pelo PEDRO e pela ANDREIA, é inequivocamente a demonstração de um sentimento que se vinha consubstanciando… materializando… enraizando… e desenvolvendo afirmativamente.

 

A par da evasão de ímpetos e de muitos escolhos previsivelmente e habilmente contornados e ultrapassados, estarão lado a lado, os elos de uma enorme e permanente confiança, sustentada numa forte união, só compaginável nos selos de uma afirmação contratual duradoura.

 

A esta fruição de muita cumplicidade e responsabilidade bastante visíveis, eram também observáveis, um incondicional companheirismo, um grande profissionalismo e um querer laboral responsável, sempre associado na crença de uma qualidade e perfeição superiores.

 

Neste dia, onde a MENSAGEM é a expressão vocabular mais comummente expressa e propalada nas nossas comunicações, não quisemos deixar para outras calendas, o desejo e a convicção de vê-los continuadamente imbuídos de muita paixão e amor, sempre ávidos por uma alegria e contentamento contagiantes.

 

Ousemos todos que acreditamos nesta imagem e pugnemos assumidamente por desideratos que o universo vai assinalando e o mundo terrestre ajuda a concretizar, numa simbiose onde os homens serão meros intérpretes e, a luz, o seu maior guião…

 

Vamos em uníssono, desejar-lhes uma longa e merecida FELICIDADE!

 

    Augusto Moura Brito

          24-08-2014

publicado por sacavem-actual às 16:12

Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
26
27
29
30

31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO