autoria, edição e produção de Augusto Moura Brito

07
Dez 11

 

Iliteracia associada a malvadez, talvez seja a matriz arroladora de alguns dos responsáveis do município senense.

Seja quais forem as razões ou elementos motivadores que movem estes servidores incautos, a nossa gramática matricial dos limites territoriais das freguesias do concelho de Seia, continuará aquela que há muito delimita e situa os covões de Loriga – zona de implantação da estação de sky da serra da estrela – como área de jurisdição da freguesia de Loriga.

 Como é possível que os serviços de cartografia do município de Seia, se tenham afastado da sua real função de servir e informar com correção?
Qual será a sua nova gramática orientadora de delimitação territorial?
Estarão ao serviço de quem?

Não concebo e talvez me seja difícil compreender porque razão os eleitos e representantes de Loriga na Assembleia Municipal nada questionem e avaliem tamanha ignobilidade…

 

Por qual trilho calcorreiam o Presidente da Junta de Freguesia e os representantes da Assembleia de Freguesia de Loriga?

 

Senhor Presidente da Câmara Municipal de Seia!...

Como é admissível que estas questões de indefinição do território tenham ocorrido?

Estamos conscientes de que o direito de presúria já teve a sua fase e vigência epocal. Vivemos num estado democrático e, por isso, permitam-nos invocar a sua responsabilidade para apurar quem foram os escribas desonestos e maus avaliadores de competências e direitos da cartografia hodierna.

Será que não dispõem dos meios técnicos e tecnológicos capazes de aferir corretamente as coordenadas?

 

Os loriguenses conhecem muito bem as intenções dos autores e promotores desta ideia absurda. Chegou a hora de defendermos o que é nosso, o que sempre foi nosso e continuará decerto a ser nosso!

O sentimento de pertença dos loriguenses está demasiado alicerçado no seu subconsciente e com certeza não irão tolerar a sua invasão e destruição.

 

Exigimos a reposição da verdade territorial!

O património de Loriga não permite tais desaforos e impulsos infames!...

Loriga e a comunidade loriguense, pugna pela veracidade jurisdicional do território concelhio…

 

Augusto Moura Brito

    dezembro 2011

publicado por sacavem-actual às 11:40

Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO